home autoras personagen histórias ID

Indicações de filmes musicais


Postagem feita no projeto Colonia de férias do ID pela equipe Team Luke

Resultado de imagem para 50 tons de cinza gif

_____________



Olha quem já chegou, chegando e ainda por cima o primeiro post da colônia? GV, sempre né? amores? HAHAHAHAHA.

Enfim, eu peguei alguns filmes não tão conhecidos pois isso é vida( adoro um filme Flop, não vou mentir) 

1 - 8 Miles - As ruas das ilusões

 

Sinopse: Em Detroit vive Jimmy (Emimem), um jovem rapper em plena crise de identidade, que procura um sentido para sua vida. Ele abandona a namorada grávida, briga com a mãe alcoólatra e é perseguido pelos inimigos. Tudo vai mal, mas ele deposita suas esperanças em um concurso de rima. É lá que ele extravasa sua raiva e angústia.




Tempo: 1 hora e 51 minutos


Elenco: Eminem , Kim Basinger , Mekhi Phifer.


Trailer



Eu particularmente acho que você precisa assistir esse filme quando estiver com muito saco, pois ele é bem parado.

O filme abusa de cenas de sexo explícito, drogas e violência quando na verdade, daria para contar a mesma história sem esses elementos, as vezes achei que só colocaram isso para vender mais.


Eu fiquei bem surpresa com o Eminem nesse filme pois sei que ele não é ator mas o trabalho dele foi ótimo e deu para sentir pena quando precisava ou o desespero.


Muitas vezes eu me perguntava a causa de tal cena estar no filme, pois poderiam cortar e iria ficar menor, por isso que falo que precisa ter muita paciência. Se fosse eu, iria cortar metade do filme e iria continuar contando a história do mesmo jeito.

Com certeza a coisa que eu simplesmente amo é a trilha sonora que o próprio Eminem fez, uma por uma. Gostei também quando tinham as batalhas de Rap e você via o quão talentosos as pessoas eram.

Admito que quando estava no final, não esperava nada muito grande ou que eu realmente gostasse, pois o filme inteiro foi meio “nhe” e eu não poderia estar mais errada.


Vamos só lembrar do hino de Love Yourself que está nesse filme, já ganha pontos extras por isso. E que inclusive, ganhou dois Oscar.( The clocks run out, times up, over, blaow!

Snap back to reality, oh there goes gravity) música tão perfeita que merece um post só exaltando)


Então o último rap acontece, junto com essa cena icônica





E a única coisa que quis fazer foi cantar essa música e levantar os meus braços com esse pessoal. Também achava que seria bem clichê o final, mas não foi. Então, por isso que indico esse filme: pela trilha sonora e pelo final.


Eminem king of the rap, somente. Já ouviram revival hoje?



Nota: 3,5/5,0

Onde ver: YouTube a partir de 3,90

Telecine play com assinatura



2 - A Batalha do ano



Sinopse: O ex-treinador de basquete Jason Blake (Josh Holloway) é recrutado para treinar um grupo de bailarinos e conseguir ganhar a Batalha do Ano. Enquanto o treinador tenta ensinar confiança a equipe, em troca eles o ajudar a recuperar o sentido de viver.




Tempo: 1 hora e 50 minutos

Elenco: Josh Holloway, Josh Peck( O nosso eterno Josh) Chris Brown.

Trailer


Esse filme com certeza está guardado em meu coraçãozinho de dança.

Eu amo todo filme que tem dança e esse não seria diferente.

Vamos misturar, break + treinador que faz de tudo para vencer + ótimas músicas e teremos esse filme.

Já adorei o fato que só tem homem dançando o que geralmente, sempre colocam uma mulher dançando com um homem e eles se apaixonam, não esse, já ganhou alguns pontos a mais só nesse começo.


Uma parte que gostei muito de ver que todos os personagens de um jeito ou de outro cresceram no filme, passo a passo foram moldados e no fim, cada um ficou melhor do seu jeito e fiquei tão feliz que fizeram essa progresso e não só colocaram pessoas perfeitas e não melhoraram.





Uma vez na vida o Chris Brown fez algo que preste e dançou bem no filme)

Falando nisso, dava para ver claramente que todos de um jeito ou de outro tinha um problema e por mais difícil que eram, mesmo que em algum ponto eles deixaram o problema falar mais alto, todos eles lutaram com garra e lágrimas não foram poupadas para passar as dificuldades.

Mais uma coisa que adorei foi o fato que um filme americano não colocou a sua equipe no pedestal e falou que eles eram os maiorais, pelo contrário ninguém gostava dos Estados Unidos e fiquei até chocada quando vi, já que isso geralmente não acontece. Preciso tirar meu chapéu para isso.


E meu Deus, que dança lacrante foi aquela? Eu até fiquei bem emocionada, como se fosse o momento deles e tive um ataque, verdade. Aliás, o final também me surpreendeu bastante, com certeza esperava uma coisa e veio outra coisa super diferente, o que amei.

Então eu só tenho coisas boas para falar desse filme que ninguém conhece.

Nota: 4,5/5,0

Onde ver: YouTube a partir de 19,90

Netflix com assinatura

Telecine play com assinatura


3 - O rei do show( The Greatest Showan)





Tempo: 1 hora e 45 minutos

Elenco: Hugh Jackman, Zac Efron, Zendaya, Michelle Williams




Sinopse: De origem humilde e desde a infância sonhando com um mundo mágico, P.T. Barnum (Hugh Jackman) desafia as barreiras sociais se casando com a filha do patrão do pai e dá o pontapé inicial na realização de seu maior desejo abrindo uma espécie de museu de curiosidades. O empreendimento fracassa, mas ele logo vislumbra uma ousada saída: produzir um grande show estrelado por freaks, fraudes, bizarrices e rejeitados de todos os tipos.


Trailer

Para vocês terem noção do quanto eu amei esse filme hino: Hoje foi a segunda vez que vi ele no cinema.

E essa trilha sonora que é tão perfeita que nem tinha lançado o filme e já tava com ela na cabeça, sério. É tão pop que gruda tanto na cabeça que quando eu ouço eu até agradeço pelo hino que estou ouvindo. Um hino atrás do outro, vocês não tem noção.


Deixa eu falar que o trailer que lançaram seis meses antes de estrear colocou minha expectativa lá no teto e tive muito medo do filme ser ruim, mas não ele não foi. Simplesmente alcançou tudo o que eu queria é um pouco mais.


A história em si é bem água com açúcar, daquelas que você sabe que o cara principal quer só dar um futuro melhor para família, vai fazer algumas coisas ruins mas no final tudo dá certo, mas acho que todo mundo gosta de ver algo assim.

Falando nisso, ele mostra de um jeito tão maravilhoso que você pode ser quem você quiser e não deve ter medo disso, medo de ser diferente dos outros.

O que falar desse elenco tão lindo e maravilhoso que sabe dançar pacas e acima de tudo, cantar. Quem diria que o Wolverine poderia cantar, socorro. Um crush nós nunca esquecemos não é mesmo, senhor Zac Efron que me surpreendeu por estar fazendo um filme tão diferente dos outros “ para maiores” e não sei quem eu amei mais, a beleza dele ou o personagem dele que foi o que mais mudou no filme todo.


Zendaya, eu não sabia que gostava tanto dela até saber que ela que fez as suas próprias cenas de trapézio, girl que isso, socorro isso que é amor pelo trabalho e talento porque olha…




Ninguém me toca que esse é o meu casal.




Enfim, se eu pudesse iria ficar uma página inteira exaltando esse filme, mas sério meu filme do ano passado.

Se reclamar vejo uma terceira vez no cinema. 

Super indico por tudo mesmo, HAHAHAH

Nota: 5,0/5,0

Onde ver: Nos cinemas



4 - No balanço do amor( Save the last dance) 


Tempo: 1 hora e 52 minutos

Elenco: Julia Stiles, Sean Patrick Thomas, Kerry Washington




Trailer ( Aquele trailer que praticamente já mostra o filme todo)




Admito que esperava alguma coisa a mais desse filme, é bem aquele clichê que desde o começo você já sabe o que vai acontecer, como sempre.



Sem contar, que achei os personagens tão mas tão mal explicados, parece que colocaram eles ligados pelo destino, sem explicar nada no filme e assim foi indo.



O filme inteiro eu tentava entender o que fez os personagens principais mudarem tanto como aconteceu, como se somente fosse o amor e isso seria o suficiente para ser outra pessoa, isso realmente me desmotivou lá pela metade do filme? Ou foi até antes pela história com pontas soltas e várias, mas várias cenas que não trouxeram impacto nenhum para o filme.


Tenho com certeza mais coisa ruim a falar que são tantas que não consigo nem colocar em ordem, mas claro que tem as coisas que deixam o filme um pouco melhorzinho.


Começa com uma protagonista tão independente, que fala o que quer, faz o que quer e não precisa de macho na cola dela não. Girl Power sempre é importante.


(E as danças que pareciam todas as mesmas?)



Outra coisa que amei de verdade foi como realmente mostraram a realidade em um bairro pobre dos Estados Unidos e o quanto a própria pessoa Branca sofre preconceito por estar em um lugar exclusivamente negro. E aquele final mais clichê que tudo? Me dê paciência.



Então, indico esse filme para aquele dia em que você quer jogar o seu tempo no lixo, ou simplesmente ver um filme ruim, mesmo.


Nota: 2,5/5,0

Onde ver: Netflix com assinatura





5 - Dreamgirls - Em busca de um sonho




Sinopse: Detroit, década de 60. Curtis Taylor Jr. (Jamie Foxx) é um vendedor de carros, que sonha em deixar seu nome marcado no mundo da música. Ele deseja abrir sua própria gravadora, mas ainda não tem o formato e o produto certo para vender ao público. Curtis encontra o que procura ao conhecer o grupo The Dreamettes, formado pelas cantoras Deena Jones (Beyoncé Knowles), Lorrell Robinson (Anika Noni Rose) e Effie White (Jennifer Hudson). Elas se apresentam em um show de talentos local, usando perucas baratas e vestidos feitos em casa. Suas vidas mudam quando Curtis, já seu agente, consegue que elas façam o backup do show de James "Thunder" Early (Eddie Murphy), o pioneiro de um novo som em Detroit. Posteriormente o grupo alça vôo solo, mudando de nome para The Dreams. Porém Curtis sabe que para alcançar o sucesso o grupo precisará apostar na beleza provocante e tímida de Deena, mesmo que tenha que deixar de lado a voz potente de Effie.




Tempo: 2 horas e 11 minutos.


Elenco: Beyoncé, Jamie Foxx, Eddie Murphy.




Trailer ( Não tem nem dublado e nem legendado, que triste gente)




Se não me engano, eu vi esse filme ano passado e quando acabou a primeira coisa que me perguntei foi a causa de não ter visto isso antes.


Esse filme com certeza é de encher os olhos para pessoas que gostam de época antiga e ainda por cima de músicas antigas que ficam tanto na sua cabeça que você simplesmente não consegue esquecer, como se realmente fosse tão atual que poderia ser tocado nos dias de hoje.


Vamos lembrar que a linda da Beyoncé que lacra em seu papel fez a música: Listen para esse filme que me dá até arrepio quando ouço de tão poderosa a mensagem é passada.( SO LISTEN, I´M NOT FEEL GOOD IN MY OWN HOMEEEEE) Nem sei se essa é a letra, mas tentamos. 


Uma das coisas que com certeza me atraíram tanto nesse filme foi o fato que mostrou realmente os personagens mudando quando a fama começou para eles, alguns continuavam com o pé no chão, alguns faziam de tudo para continuar serem famosos e acima de tudo, mostrou realmente a realidade da fama, que não é um mar de rosas como todo mundo acha.


Sem contar que outros assuntos bem delicados e importantes vêm a tona como relacionamento abusivo, depressão, suicídio, drogas.


AHHH e esse trio Maravilhoso das personagens principais? Eu gostei tanto mas tanto que focaram em cada uma delas e não nas três tudo ao mesmo tempo, admito que em algumas cenas eu fiquei realmente brava com uma delas, como se fosse manipulada pelo filme a se sentir assim, mas no fim tudo dá certo e eu consegui até respirar aliviada.



É que atuação bixo, não que eu tenha doutorado no assunto mas eu realmente amei o quanto verdadeiro pareceu, em alguns casos fiquei triste, emocionada, brava e no fim, foi um misto de emoções.




Indico esse filme para quem quiser ver a fama de verdade e ver a Beyoncé lacrando como sempre.


Onde ver: Netflix com assinatura

Youtube a partir de 3,90




Nota: 4,7/5,0

Enfim gente, espero que gostem, não esqueçam de deixar os seus comentários falando se concordam ou não, se já viram e esse tipo de coisa.
Mas, eu volto com outra indicação e se der tempo de Dorama.

Um beijo para vocês, seus .lindos.

PS: Ainda vai vir uma Betagem para esse post.

















Nenhum comentário :

Postar um comentário